Preços dos lácteos recuam no mercado internacional

Preços dos lácteos recuam no mercado internacional

20 de abril, 2022

O Global Dairy Trade (GDT) realizou, ontem (19/04), seu evento de número 306 e, novamente, observou-se um recuo nos preços médios dos derivados lácteos no mercado internacional. Este é o terceiro recuo consecutivo, após duas variações amenas, devido a correções de mercado.

Desta vez, verificou-se um recuo mais expressivo (-3,6%) em relação ao último evento, com o preço médio fechando em US$ 4.855 por tonelada. Semanas após o mercado internacional de lácteos alcançar o recorde histórico, acima dos US$ 5.000, os preços passam por reajustes e vem recuando.

Após seis baixas consecutivas, neste último evento, um maior volume de negociações foi observado: 22.179 toneladas de lácteos (3,11% maior em relação ao leilão anterior, de 05/04). Este comportamento nas negociações é comum para o período e, nos últimos 3 anos, ocorreram leves aumentos no mês de abril em comparação a março.

Todos os produtos lácteos negociados no GDT apresentaram variações negativas, com os seguintes destaques:

  • Leite em pó integral (-4,4%), fechando em US$ 4.207 por tonelada;
  • Leite em pó desnatado (-4,2%), fechando em US$ 4.408 por tonelada;
  • Queijos (-3,9%), fechando em US$ 6.185 por tonelada;
  • Manteiga (-3,7%), fechando em US$ 6.640 por tonelada;
  • Lactose (-2,4%), fechando em US$ 1.565 por tonelada; e
  • Gordura anidra (-1,3%), fechando em US$ 6.802 /tonelada.

Fatores de baixa

Um dos fatores que contribuíram para este cenário baixista dos preços dos derivados lácteos no mercado internacional foi o avanço da política extremista de contenção da pandemia na China. O país asiático vem adotando lockdowns severos, supostamente para tentar conter a evolução da pandemia, com a população sendo trancada em suas casas. 

Esta dinâmica impacta negativamente na comercialização dos produtos lácteos de duas formas. A primeira é em relação ao consumo propriamente dito. Os lockdowns afetam diretamente a venda dos produtos lácteos, uma vez que altera os hábitos de consumo das pessoas. O segundo ponto, e talvez o mais relevante, é na questão logística. O porto da cidade de Xangai - um dos principais da China) e o porto de conteiners mais movimentado do mundo - está com suas operações comprometidas, pressionando as cadeias de suprimentos globais. Um grande congestionamento de navios é observado, atrasando entregas e dificultando novas negociações de importação por parte do país.

Dados da VesselsValue mostram um aumento de quase cinco vezes no número de navios esperando para carregar ou descarregar em Xangai, nas últimas duas semanas e meia, demonstrando que o congestionamento de navios na região é intenso e está prejudicando a comercialização de produtos.

Assim, a demanda por parte da China está comprometida. Isto, associado ao maior volume negociado no último evento do GDT, refletiu em uma pressão de baixa, ocasionando a correção de mercado observada, com recuo dos preços dos derivados lácteos praticados no mercado internacional.

Em relação aos contratos futuros de leite em pó integral no GDT e na Bolsa de Futuros da Nova Zelândia (NZX Futures), os preços apresentaram um recuo expressivo frente as últimas projeções. No último evento, as previsões apontavam valores em torno de US$ 4.500 por tonelada e, hoje, os valores encontram-se próximos de US$ 4.200 por tonelada, conforme podemos observar no gráfico abaixo.

Como os resultados do leilão GDT afetam o mercado brasileiro

Para entendermos o impacto das negociações do evento GDT no mercado nacional, podemos considerar o câmbio do dia 18/04/22 (R$ 4,67) e o valor do leite em pó integral no mercado internacional (US$ 4.207 por tonelada), para chegarmos ao preço equivalente de um leite importado colocado no Brasil, que seria de R$ 2,37 por litro.

Este valor está bem próximo, se comparado com o leite pago ao produtor no mês de março (média de R$ 2,21/litro - segundo o Cepea),  além de ser um valor abaixo se comparado ao preço do leite spot da segunda quinzena de abril (R$ 3,00 por litro – média Brasil).

A ascensão dos preços dos derivados lácteos no mercado nacional e o leite no mercado spot operando em patamares elevados, devido a menor disponibilidade de leite, tende a refletir em aumentos mais acentuados nos preços pagos ao produtor nos próximos pagamentos, pelo menos em curto prazo.

Cabe destacar que, apesar das negociações internacionais de lácteos do Brasil serem em grande parte com os países do Mercosul (como Argentina e Uruguai, sendo aproximadamente 87% do volume negociado de importações proveniente desses países em 2021), os preços do leilão GDT refletem diretamente e indiretamente na dinâmica do mercado lácteo brasileiro.

Os preços internacionais praticados no GDT são parâmetros para os demais preços internacionais. Um ponto de atenção nesta dinâmica é a disponibilidade de leite por parte dos nossos principais parceiros comerciais. Como as negociações praticadas no mercado internacional muitas vezes são realizadas através de contratos, os fornecedores do Mercosul podem estar com grande parte de suas produções já negociadas, impactando negativamente no volume disponível para comercialização com o Brasil. Desta forma, a viabilidade das importações é comprometida e as negociações são desestimuladas.  

Sendo assim, acredita-se que o cenário vigente ao longo dos últimos meses da balança comercial tende a mudar. As importações devem se tornar mais atrativas, pelo menos a curto prazo. Seguindo neste sentido, a janela de exportações que estava aberta nos últimos meses também começa a se fechar e comercializar os produtos no mercado nacional pode se tornar mais atrativo. Mas, a mudança de cenário de importações e exportações podem levar um tempo para ser evidenciadas no saldo da balança comercial.

 

Fonte: Milk Point

  • EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

  • Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

  • Qual devo escolher: Transferidor ou Canalizada?

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Qual devo escolher: Transferidor ou Canalizada?

Proluv
Top